FESTEJOS DO BOM JESUS LUMINOSO NO ANO DA MISERICÓRDIA 07 DE AGOSTO DE 2016

FESTEJOS DO BOM JESUS LUMINOSO  NO  ANO DA MISERICÓRDIA  07 DE AGOSTO DE 2016

Vamos conhecer melhor o padre Cícero de Juazeiro do Ceará.

É uma região de muita seca e onde o povo passa necessidade.

Juazeiro é uma árvore que dá sombra e água a quem caminha.

No tempo do padre Cícero apenas tinha uma capela. A cidade vizinha era Crato. Jovem padre atendeu o povo pobre e sedento de Deus neste lugar. Seu sábio pastoreio fez com que o lugar crescesse e acontecessem milagres. Para quem tem fé, é Deus agindo. Para quem se apega a Lei, pode até ser bispo, é suspeito. Em nome da fidelidade à Igreja, pe Cícero se submeteu a todas as imposições da hierarquia para poder ser mais fiel ao “santo povo fiel de Deus”.

Para o povo ele já é “santo”, chamado “meu padim Cícero” e a terra é “santa” como a terra onde Jesus derramou seu sangue. Para preservar este lugar santo prestou serviços como prefeito e em outros importantes cargos públicos.

Na hora do avanço das forças inimigas, sobre Juazeiro, esse povo santo sob proteção da Mãe das Dores, alcançou a vitória.

Os conselhos do meu padrinho até hoje são seguidos pelos agricultores do sertão e pelos que são devotos da paz.

Como diz o refrão:

“Quem matou não mais, quem roubou não roube mais”…

Com o Papa Francisco, o testemunho da fé e da caridade, chamada Nova Evangelização, deu sentido ao fenômeno de Juazeiro

que anualmente atrai dois milhões de peregrinos. A Pastoral dos Romeiros com seu bispo Dom Fernando do Crato, dirigiu-se ao Santo Padre em 2003 expondo que Juazeiro é santuário, memória, presença e profecia do Deus Vivo.

Em 20 de Outubro de 2015 veio a resposta do Papa Francisco que sentiu que o Padre Cícero tinha cheiro das ovelhas e por isso se reconciliou com ele e todos os romeiros. Diz um bendito: “Deus nunca deixou trabalho sem recompensa, nem lágrimas sem consolação”.

No momento em que a Igreja inteira é convidada à uma atitude de saída ao encontro das periferias existenciais, a atitude de Padre Cícero em acolher a todos, especialmente aos pobres e sofredores, aconselhando-os e abençoando-os, constitui sem dúvida, uma sinal importante e atual.

Dicas: Forme o grupo. Invoquem o Espírito Santo.Leiam juntos o folheto e vejam o filme sugerido.

Conversem… respondam as perguntas abaixo:

Apresente sinais que “pobre já acredita em pobre”.

Nossa dor tem sentido?

Nossa esperança é cada vez maior?

Temos a certeza que entre a vida e a morte a Vida é mais forte?

 

PROGRAMAÇÃO

SÁBADO

20H – ORAÇÃO DA LUZ – TAIZÉ

 

DOMINGO, 07 DE AGOSTO 2016.

8H CHEGADA NO CENTRO MULTICULTURAL -TAIZÉ.

BOAS VINDAS

PARTILHA DAS COMUNIDADES

11H – MISSA

TARDE CULTURAL COM NOVIDADES.

COLABORE TRAZENDO SUA PARTILHA!

Bookmark the permalink.

Comments are closed.